Google+ Badge

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

A essência da liderança servidora


A figura do chefe que apenas emite ordens rigorosamente para que seus liderados as cumpram, já não tem mais espaço no contexto organizacional. Com o passar do tempo, as organizações foram sofrendo transformações, a fim de se tornarem mais competitivas e se expandirem, o que gerou uma necessidade por líderes que desenvolvam suas equipes, reconhecendo talentos e os potencializando, pois o líder é um retrato da cultura de sua organização. Nesse sentido, uma das grandes necessidades do ser humano é a de despertar a sua liderança.

O verdadeiro líder não é aquele que age de forma autoritária, mas sim aquele que serve melhor aos demais, digo servir, pois o líder desempenha um papel importante na transformação e desenvolvimento de sua equipe, sendo agente inspirador para promover ações que sejam congruentes com os objetivos da organização e demonstrem resultados produtivos, além de contribuir para o desenvolvimento dos talentos e potencialidades de seus liderados, fazendo desta forma, uma liderança mais humana. O líder é aquele que em pouco tempo consegue enxergar e reconhecer a capacidade de alguém.

Porém, antes de liderar outras pessoas é necessário desenvolver a liderança da própria vida. Robert Bonarc diz: "Antes de liderar outros, dirigir empresas, comandar exércitos, governar nações, aprenda a ser o líder de si mesmo e a dirigir sua própria vida". Desta forma, aqueles que desejam liderar, precisam primeiro desenvolver a autoliderança, pois como pode alguém liderar uma equipe, se não consegue liderar os próprios pensamentos, sentimentos e ações?

A autoliderança é um processo que gera desenvolvimento, consciência nas ações e poder pessoal para determinar e cumprir com seu projeto de vida e carreira. Neste processo, quanto mais mergulhar dentro de si, com honestidade, procurando se conhecer melhor, mais poder pessoal irá gerar para conquistar objetivos pessoais e profissionais.

A liderança é uma arte que pode ser desenvolvida com paciência e humildade. Todos somos líderes, ainda que alguns de forma inconsciente, e se você acha que não lidera em nenhuma situação, seguem alguns exemplos que talvez façam você mudar de ideia:
- Quando você escolhe que carreira irá seguir, você está liderando.
- Quando você decide dar um passo importante na sua vida, você também está liderando.
- Um professor é o líder de sua sala de aula, os pais são os líderes de seus filhos e você é o líder de suas próprias ações.

Entretanto, muitas vezes esta liderança está adormecida e pode permanecer assim por anos, ou até mesmo por toda a vida, caso o líder interno não seja despertado e desenvolvido. Nesse sentido, ter alguém que lhe apoie é fundamental, um líder no seu trabalho ou alguém que seja modelo e referência de liderança para você, pois a jornada na busca por este desenvolvimento sozinho é um pouco mais trabalhosa, mas não é impossível. Hoje, a busca pelo processo de coaching é muito grande, porque este processo apoia no desenvolvimento das habilidades de liderança e da autoliderança, e traz resultados mais produtivos e mais rápidos.

O líder deve ter bem claro qual é sua visão, seus valores, quais são seus papéis e o que é esperado dele. Também precisa avaliar se possui as competências, as habilidades e as atitudes necessárias para conduzir sua equipe em triunfo, motivando e retendo talentos, transformando dificuldades em oportunidades, trazendo soluções para as questões organizacionais com determinação e agilidade necessárias ao cenário em que as organizações estão inseridas nos dias atuais. Neste cenário, um novo estilo de liderança vem tomando espaço cada vez maior, o líder coach, aquele que através da metodologia do coaching, desempenha um papel transformador e agregador na organização.

O líder coach apoia seus liderados a encontrarem respostas e soluções, fornece feedbacks constantes, ouve com muita atenção e percebe modelos mentais que levam seus liderados a agirem de determinada maneira. Desta forma, o líder coach trabalha com o liderado a fim de encontrar opções rumo a mudança. Busca sempre desenvolver competências, e mantém seu foco na solução.

Esse líder é questionador, instiga e leva seus liderados a um nível mais alto de autoconhecimento e desenvolvimento. Sócrates por exemplo, definia-se como um "parteiro de almas", porque através de seus questionamentos, conduzia o interlocutor ao autoconhecimento. O líder coach é alguém que está em constante aprendizado. E aqueles que aprendem sempre têm muito a ensinar. É esta a cultura que o lídercoach leva para dentro da sua organização, de aprender e ensinar, a fim de gerar o aperfeiçoamento contínuo de si mesmo e daqueles com os quais se relaciona, gerando novos líderes.
Postar um comentário