Google+ Badge

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Salvo pela Gentileza

Conta-se uma história de um empregado em um frigorífico da Noruega.
Certo dia ao término do trabalho, foi inspecionar a câmara frigorífica. Inexplicavelmente, a porta se fechou e ele ficou preso dentro da câmara. Bateu na porta com força, gritou por socorro, mas ninguém o ouviu. Todos já haviam saído para suas casas e era impossível que alguém pudesse escutá-lo.

Já estava quase cinco horas preso, debilitado com a temperatura insuportável. De repente a porta se abriu e o vigia entrou na câmara e o resgatou com vida.
Depois de salvar a vida do homem, perguntaram ao vigia:
Porque foi abrir a porta da câmara se isto não fazia parte da sua rotina de trabalho?
Ele explicou: Trabalho nesta empresa há 35 anos. Centenas de empregados entram e saem aqui todos os dias e ele é o único que me cumprimenta ao chegar pela manhã e se despede de mim ao sair.

Hoje pela manhã ele disse "Bom dia" quando chegou.
Entretanto não se despediu de mim na hora da saída. Imaginei que poderia ter-lhe acontecido algo. Por isto o procurei e o encontrei...

Será que você seria salvo?

10 indicadores de comunicação interna ineficaz


10 indicadores de comunicação interna ineficaz

Muitas empresas investem altas cifras na área de Gestão de Pessoas e, realmente, possuem propostas que poderiam agregar valor significativo aos seus talentos. Contudo, quando os resultados dos programas ou iniciativas são avaliados surge uma incógnita: o retorno ficou bem abaixo do esperado. Mas, onde ocorreu o erro, se as propostas são boas e não houve restrição de gastos que comprometesse o êxito da iniciativa? O que alguns dirigentes esquecem é que tudo o que envolve a vida da empresa está diretamente relacionado à forma como os processos são apresentados aos colaboradores. Confira abaixo algumas características de uma comunicação interna ineficaz.
1- Diretoria isolada - A quase totalidade dos dirigentes corporativos passam horas sentados em suas mesas, atendendo telefonemas, elaborando novas estratégias para o lançamento de um determinado produto ou, então, em reuniões tão cansativas que até eles torcem para que os ponteiros do relógio acelerem. Diante de tantos compromissos a serem cumpridos, Infelizmente, não lhes sobram tempo suficiente para conhecem a realidade dos profissionais que, na maioria das vezes, são estratégicos para a companhia. Como fica, então, o relacionamento entre alta diretoria e os demais talentos?
2 - Canais de comunicação - A ausência de canais de comunicação em uma empresa, não importa o segmento ou porte, compromete a relação entre organização-funcionários. Acreditar que investir em emails corporativos, murais, impressos, por exemplo, é pura perda de tempo e de dinheiro pode gerar complicações futuras. Afinal, em se uma empresa é formada por pessoas, a própria companhia precisa ter uma estruturada base para estabelecer um canal com seus profissionais.
3 - Diálogo face a face, em pensar - Há empresas que imaginam que apenas os canais de comunicação são suficientes para assegurar um bom relacionamento com os colaboradores. Lógico que os meios de informação formais são valiosos, mas existe algo que não pode ser deixado "de lado": a comunicação face a face. Algumas questões podem ser solucionadas através de um email institucional, por exemplo, mas há casos em que um diálogo entre líder e liderado tem um valor de extrema importância para os dois lados. Além disso, a comunicação face a face também significa otimização na solução de problemas e tomada de decisões.
4 - Feedback NÃO - Para atender às expectativas da empresa, os colaboradores precisam saber aquilo que é esperado deles. Vale lembrar que o feedback continua sendo um recurso valioso para identificar pontos fortes e fracos que precisam ser trabalhados. Através desse tipo de comunicação específica, o funcionário e o gestor podem traçar metas, ações estratégicas que impactem positivamente na performance tanto individual quanto coletiva.
5 - Liderança já nasce se comunicando - Diante da equipe, o gestor é a principal personagem que faz o elo entre empresa e funcionário. No entanto, apesar de gerir pessoas há alguns gestores que não têm uma aptidão necessária para estabelecer uma comunicação clara e objetiva com os liderados. Isso remete à necessidade de manter um processo contínuo de aprendizagem e reciclagem diante da competência comunicação. Isso vale uma reavaliação no momento de realizar os tradicionais Levantamentos das Necessidades de Treinamento.
6 - Sigilo desnecessário - Muitas vezes uma informação simples como a visita de um parceiro corporativo ganha proporções negativas, pois ao invés dos dirigentes comunicarem aos liderados sobre quem será o visitante, preferem dar margens a especulações infundadas como do tipo: "Será que haverá mudanças no quadro das lideranças" ou "Algo está no ar e se fazem tanto segrego, boa coisa não virá".
7 - Rumores - Aquela conversa que acontece nos corredores, durante o cafezinho ou mesmo o almoço, tem a capacidade de se disseminar com muita facilidade e ganham espaço em vários departamentos e níveis hierárquicos. A questão aqui é ressaltar que boatos sempre comprometem o clima organizacional, a produtividade dos profissionais e, consequentemente, os resultados.
8 - Apenas "Eu" - A história mostra claramente que o ser humano é, por natureza, um ser sociável. Isso, por sua vez, faz com que para terem uma vida melhor tanto no campo pessoal quanto no profissional, as pessoas mantenham a capacidade de se relacionarem com quem está ao seu lado. No campo organizacional, isso nos remete ao espírito de equipe, ao sentimento de camaradagem entre os profissionais. Infelizmente, existem pessoas que acreditam que "podem mover o mundo sozinhas", que não precisam da ajuda dos demais e são completamente auto-suficientes. O resultado sempre é o isolamento e, por vezes, um sentimento de que lhes falta algo nas suas vidas, mas não são capazes de identificarem aquilo que lhes faltam.
9 - A palavra é para poucos - Quando se realiza uma reunião com sua equipe, a liderança sempre perceberá que há aqueles que têm mais facilidade de fazerem comentários e de apresentarem propostas. Por outro lado, sempre haverá alguém considerado inibido, que prefere apenas ouvir, mas que tem um potencial que agrega valor relevante à equipe. Para essas pessoas tímidas, falar em público, ou melhor, comunicar-se é algo difícil e mesmo que tentem, encontram um bloqueio. Quando isso for perceptível, cabe ao gestor estimular que aquele membro do seu time se expresse. Vale lembrar que não significar forçá-lo a falar e criar uma situação constrangedora. Com muito tato, a liderança pode perguntar: "E a sua opinião sobre a decisão que tomamos? Você quer acrescentar alguma observação?". Abrir espaço para esses talentos também é fortalecer a comunicação interna.
10 - Departamentos isolados - Todos têm ciência de que todos os departamentos de uma empresa necessitam estabelecer uma comunicação fluente, pois em determinado momento um precisará do outro. Uma empresa que estabelece como diretriz uma comunicação interna eficaz, também investe na integração entre os departamentos. Afinal, todos os setores contribuem para o êxito do negócio.

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Cem links para clicar antes de morrer




Uma seleção com os 100 melhores links publicados na coluna Web Stuff, do suplemento Opção Cultural, do Jornal Opção. A lista faz uma espécie de inventário do que teve de melhor na internet nos últimos três anos. Os links que compõem a lista contemplam os mais díspares perfis e abrange os mais diferentes segmentos e tendências: música, livros, cinema, fotografia, ciência, tecnologia, jornalismo, mídias sociais, artes e humanidades. Entre os 100 links para se clicar antes de morrer, destacam-se: Toda a obra de Wolfgang Amadeus Mozart para download; O maior acervo de arte da internet; 750 mil livros para download; 1001 álbuns para ouvir antes de morrer; O maior acervo de vídeos de jazz da internet; A obra completa de Machado de Assis para download; 10 mil jornais de todo o planeta em um só lugar; 20 mil fotos de Henri Cartier-Bresson; As 20 obras de arte mais caras da história; As 100 maiores canções de jazz de todos os tempos (com vídeo e áudio incorporados).



 Toda a obra de Wolfgang Amadeus Mozart para download

O site 
http://www.mozart-weltweit.de/mozart00.htmdisponibilizou para download legal e para audição on-line, toda a obra do compositor austríaco Wolfgang Amadeus Mozart, composta por cerca de 700 peças, totalizando mais de 180 horas de música. Mozart foi o mais importante e prolífico compositor do período clássico. Suas obras são referenciais na música sinfônica, concertante, operística, coral, pianística e de câmara. Mozart compôs o primeiro concerto aos 11 anos de idade e o último em 1791, ano de sua morte, aos 35 anos. Entre suas obras estão 41 sinfonias; 19 missas (incluindo o Requiem); 27 concertos para piano; concertos para trompas, flauta, oboé, clarineta, fagote e harpa, 12 árias de concerto; 13 serenatas; 50 canções para voz e piano e 24 óperas, com destaque para “A Flauta Mágica” “Idomeneo”, “Don Giovanni” “O Rapto do Serralho” “Cosi Fan Tutte” e “As Bodas de Fígaro”. Para fazer o Download basta clicar sobre a opção desejada, com o botão direto do mouse pressionado, e mandar salvar.  Para acessar: http://bit.ly/YzFvN Endereço alternativo:http://bit.ly/8kjcde



 1001 álbuns para ouvir antes de morrer

O “1001 Álbuns” é um projeto audacioso. Seus criadores disponibilizaram 1001 álbuns de música para se ouvir on-line. Os discos do projeto são os mesmos do livro “1001 Discos Para Ouvir Antes de Morrer”. A seleção foi feita por 90 jornalistas e críticos, em 2006, e abrange a história da música de 1955 a 2005, de Frank Sinatra a Arcade Fire. Para acessar:
http://bit.ly/5oluqk

As 100 maiores canções de jazz da história (com vídeo e áudio incorporados)



 Os sites Jazz24 e NPR Música fizeram uma enquete mundial para eleger as 100 melhores canções de jazz em todos os tempos. 1500 canções foram citadas por cerca de 10 mil participantes. No topo da lista aparece “Take Five”, composição escrita por Paul Desmond e apresentada pelo The Dave Brubeck Quartet, no álbum “Time Out”, de 1959. “Take Five” foi o primeiro single de jazz da história a vender 1 milhão de cópias. O segundo lugar da lista ficou com “So What”, de Miles Davis, gravada no álbum “Kind of Blue”, também de 1959.  Em terceiro lugar aparece “Take The a Train”, composta  por Billy Strayhorn e gravada por Duke Ellington, no álbum “Uptown”, de 1952. John Coltrane é o músico que aparece mais vezes, com oito canções. A lista traz ainda uma galeria de lendas como Dizzy Gillespie, Louis Armstrong, Chet Baker, Ella Fitzgerald, Stan Getz, Benny Goodman, Oliver Nelson, Herbie Hancock, Coleman Hawkins, Bill Evans, Ahmad Jamal, Glenn Miller, Ray Charles, Charlie Parker, Errol Garner,  Billie Holiday, Thelonious Monk e Nina Simone. Para acessar os vídeos: 
http://bit.ly/lSDqTi Para acessar o áudio:http://tny.gs/lm3vil Para acessar apenas o resultado:http://bit.ly/hqlB76

A melhor rádio on-line do mundo



 A Accu Jazz é considerada a maior e melhor rádio de jazz on-line do mundo.  São mais de 50 canais divididos em dezenas de categorias como estilo, instrumento,  compositor, região e período. Faça um passeio pela história do jazz, do Dixieland da década de 1910, passando pelas Big Bands dos anos 30, pelo Bebop dos anos 40, pelo  Jazz latino das décadas de 50 e 60, pelo  Fusion das décadas de 70 e 80 até os ritmos jazzísticos dos dias atuais. Para ouvir gratuitamente:
http://www.accujazz.com



 Um clássico do Rádio brasileiro

A  Rádio Difusora de Camanducaia foi um clássico do rádio no Brasil, criada pelo radialista Odayr Batista,  na década de 1970. O personagem principal era um locutor poeta, de voz empostada,  chamado Alberto Jr. O projeto fez parte da grade de programação das principais rádios brasileiras, como Globo, Bandeirantes e Jovem Pan. Em  2005, depois de anos fora do ar, o projeto foi reativado na internet. Para ouvir e reviver a lendária Rádio e o famoso bordão: “falando para a cidade e cochichando para o interior”, basta clicar nos estabelecimentos comerciais e esperar alguns segundos. Para acessar:
http://www.radiocamanducaia.com.br



 A música do dia em que você nasceu

Qual era a música que estava no topo das rádios no dia em que você nasceu? O site This Day In Music responde essa pergunta. Você pode consultar a data nas paradas musicais australiana, inglesa e americana, entre 1946 e os dias atuais. Algumas músicas estão disponíveis para ouvir on-line. Para acessar: 
http://bit.ly/gtTf



 Busque pessoas por afinidades musicais

O site Tastebuds é uma espécie de rede social que lista pessoas por suas afinidades musicais. O principal mandamento do site é: “você é o que você ouve”. Muito simples de usar e sem necessidade de cadastro, basta digitar o mínimo de três artistas ou bandas favoritas, seu país e começar a compartilhar suas preferências musicais. Os resultados podem ser filtrados por cidade, país, idade e sexo.  O site é integrado ao 
last.fm e permite que os usuários migrem seu conteúdo. Para acessar:http://bit.ly/9aBTJS



100 discos fundamentais da MPB

A lista foi organizada pelo professor, escritor e pesquisador musical Luiz Américo Lisboa Junior e compreende o período de 1955 a 1999. O levantamento traz desde clássicos do passado como Herivelto Martins, Sílvio Caldas e Lamartine Babo, passando por músicos inovadores como João Gilberto, Baden Powell e Mutantes, até nomes recentes como Marisa Monte. Embora os 100 discos não tenham sido hierarquizados, o levantamento traz uma resenha individual de cada um deles. Para acessar: 
http://bit.ly/dbleXq



 O maior acervo de vídeos de jazz da internet

O Jazz Music Tube é o maior acervo de vídeos clássicos de jazz da internet. Os vídeos são listados por estilo, pelo nome do artista, ou podem ser pesquisados pela busca do site. Um passeio pela história do jazz de 1920 a 2010, de Earl Hines a colagens jazzísticas dos anos 2000. Cerca de 10 mil vídeos estão disponíveis. Destaque para os 100 melhores vídeos de jazz de todos os tempos. Para acessar: 
http://bit.ly/ellBDg

Os grandes mestres da música clássica para download legal



 O Wikipedia:Sound/list é maior diretório on-line gratuito de música clássica da internet. As obras, de centenas de compositores, estão disponíveis para audição on-line ou para download legal. Para ouvir, basta clicar no player disponível em cada um dos temas. Para fazer o download, é preciso clicar no nome da obra, mandar salvar e depois utilizar o
http://www.online-convert.com para converter para o formato Mp3. Para cessar: http://bit.ly/HRRJB



 As 100 melhores canções de rock de todos os tempos

O site de compartilhamento de músicas on-line Grooveshark disponibilizou uma playlist com as 100 melhores canções de rock de todos os tempos. A lista, que compreende o período de 1955 a 1986, traz desde os célebres Buddy Holly, Chuck Berry, Jerry Lee Lewis, Jimi Hendrix e  Beatles, até clássicos contemporâneos como Aerosmith e Nirvana.  A lista disponibilizada pelo Grooveshark é uma compilação de 20 listas especializadas. Em 2010, a AOL Music também fez uma lista com as 100 melhores canções de rock de todos os tempos. Diferentemente da lista compilada pelo  Grooveshark, a lista da AOL foi baseada  na avaliação de cerca de 200 mil ouvintes,  entre 2005 e 2010. Na lista do Grooveshark, “(I Can’t Get No) Satisfaction”, da banda britânica Rolling Stones, aparece na primeira posição. Na lista da AOL Music, “Stairway to Heaven”, dos também britânicos Led Zeppelin, é que tem o posto de primeiro lugar. Além de The Rolling Stones e Led Zeppelin; Pink Floyd e Beatles são as bandas que mais vezes aparecem em ambas as listas. Lista do Grooveshark:
http://tny.gs/nfrBa0 — Lista da AOL Music: http://aol.it/a08mvY



 A obra completa de Machado de Assis para download

Uma parceria entre o portal Domínio Público e o Núcleo de Pesquisa em Informática, Literatura e Linguística, da Universidade Federal de Santa Catarina, sistematizou, revisou e disponibilizou on-line a Coleção Digital Machado de Assis, reunindo a obra completa do autor para download. Além dos romances, “Ressurreição” (1872), “A Mão e a Luva” (1874), “Helena” (1876), “Iaiá Garcia” (1878), “Memórias Póstumas de Brás Cubas” (1881), “Casa Velha” (1885), “Quincas Borba” (1891), “Dom Casmurro” (1899), “Esaú e Jacó” (1904) e “Memorial de Aires” (1908),  a coleção engloba sua obra em conto, poesia, crônica, teatro, crítica e tradução. O projeto, que foi criado em 2008, também disponibiliza teses, dissertações e estudos críticos, e traz um vídeo sobre a vida do autor e sobre o contexto histórico em que ele viveu. Para acessar:
http://machado.mec.gov.br



 750 mil livros para download

Open Library é um projeto sem fins lucrativos do Internet Archive e da Fundação Austin. O projeto consiste na disponibilização crescente de milhares de livros para download legal ou leitura on-line. Atualmente são 750 mil exemplares e, embora a língua predominante seja a inglesa, podem ser encontrados livros em cerca de 40 idiomas. Também faz parte do acervo preciosidades históricas dos séculos 15, 16, 17 e 18. Para acessar: 
http://bit.ly/cPvcIT



Os 100 maiores livros não ficcionais

O suplemento “Livros”, do jornal inglês “The Guardian”, publicou uma lista dos 100 maiores livros não ficcionais já escritos. A lista, que gerou uma grande polêmica, foi dividida em 17 categorias: arte, biografia, cultura, meio ambiente, história, jornalismo, literatura, matemática, memórias, mente, música, filosofia, política, religião, ciências, sociedade e viagens. Livros das últimas décadas como “Notícia de um Sequestro”, de Gabriel García Márquez, “Pós-Guerra”, de Tony Judt, “Os Anéis de Saturno”, de W.G. Sebald, “Uma Breve História do Tempo”, de Stephen Hawking, dividem a lista com clássicos literários dos últimos séculos como “As Histórias”, de Heródoto, “Assim falou Zaratustra”, de Friedrich Nietzsche, “Os Ensaios” de Michel de Montaigne “Confissões”, de Jean-Jacques Rousseau e “Elogio da Loucura”, de Erasmo. O site do jornal também disponibilizou um formulário para que os leitores que discordarem do resultado possam apontar livros que ficaram fora lista.  Como em qualquer lista, o resultado pode até ser questionável, mas não menos divertido. Para acessar: 
http://bit.ly/kwGEvG



120 livros acadêmicos para download gratuito

Cultura Acadêmica  é um selo da Fundação Editora da Unesp, que publica livros em primeira edição apenas nos formatos digitais, com a possibilidade de download gratuito. Atualmente são 120 títulos,  pautados nos conselhos editorias e comissões científicas e divididos em áreas como matemática, política, psicologia, comunicação, medicina, direito, filosofia, artes e literatura. Para acessar: 
http://bit.ly/bEpO3N



 Toda a obra poética de Vinícius de Moraes para download

A Brasiliana, a biblioteca digital da Universidade de São Paulo, disponibilizou para  download gratuito, toda a obra poética de Vinícius de Moraes. Ao todo são 15 livros, compreendendo o período de 1933 a 1975. São eles: “O Caminho para a Distância”, “Forma e Exegese”, “Ariana, a Mulher”, “Novos Poemas”, “5 Elegias”, “Poemas, Sonetos e Baladas”, “Pátria Minha”, “Orfeu da Conceição: Tragédia Carioca”, Livro de Sonetos”, “Receita de Mulher”, “Novos Poemas: II”, “Antologia Poética”, “O Mergulhador”, “Um Signo: Uma Mulher” e “A Casa”. Para acessar: 
http://bit.ly/9RPdCW

100 livros sobre comunicação para download

O Departamento de Comunicação e Artes da Universidade da Beira, de Portugal, disponibilizou para download legal e gratuito cerca de 100 livros sobre comunicação. Os livros estão disponíveis em formato PDF. Os interessados em obter a versão impressa poderão fazê-lo sob encomenda, com preços acessíveis. A maior parte dos livros são publicações do ano de 2010 e 2011. Para acessar: 
http://bit.ly/eI9n2o

20 aplicativos do Facebook para amantes de livros

O site Mediabistro, especializado em publicidade digital e marcas, listou os 20 melhores aplicativos do Facebook para os apaixonados por livros. Por meio dos aplicativos você pode listar preferências, trocar livros em formato Kindle, compartilhar trechos preferidos, fazer listas, ler capítulos inicias de livros que ainda não foram lançados, escrever pequenas resenhas, fazer compras on-line com descontos consideráveis e ficar por dentro do mercado editorial mundial. Se você gosta de livros vale a pena perder algumas horas. Para acessar: 
http://bit.ly/eJTJt6

900 filmes para download

O site Public Domain Torrents é um projeto permanente que disponibiliza filmes de domínio público para download. Atualmente são 900 filmes divididos em 15 categorias. Faz parte do acervo filmes clássicos como os de Charlie Chaplin na era do cinema mudo e filmes mais recentes, que ainda estão protegidos por direitos autorais, mas que foram cedidos por seus detentores legais para que fossem disponibilizados no site. Para acessar: 
http://bit.ly/duFxa8

800 filmes de cinco segundos

Gravar, editar e publicar um filme de cinco segundos por dia é a proposta do site 5-Second Films. O projeto foi criado pelo roteirista norte-americano Brian Firenzi e envolve uma equipe de 10 pessoas. As regras são simples: cada filme deve ter dois segundos para os créditos iniciais, cinco segundos dedicados ao filme e um segundo para o “The End”. Os temas vão do humor negro às paródias de clássicos do cinema. Alguns destaques do site, na opinião dos usuários, são: “Bankjob”, “Super-Psyched”, “Magic Show Volunteer”, “Masters of the Viewniverse”, “Coming of Age”, “Last Anchor Standing”, “The Big Creep”, “Robodog”, “Don’t Thinko de Mayo” e “Live Fast”. Para acessar: 
http://5secondfilms.com

100 mil filmes de curta duração para ver on-line

O Future Shorts é um dos maiores e mais inovadores canais de distribuição de documentários e filmes de curta duração da internet. A proposta é dar espaço às mentes criativas do audiovisual mundial. São mais de 100 mil vídeos disponíveis para assistir on-line. O projeto reúne cineastas e produtores de 20 países.  Para acessar: 
http://bit.ly/BLNSF

Todos os episódios dos Simpsons para download ou para ver on-line

O site Watch the Simpsons disponibiliza, em inglês, todos os episódios de todas as temporadas da série “Os Simpsons”, para assistir on-line ou para download legal. A série, criada pelo cartunista Matt Groening para o canal FOX, é uma paródia satírica ao estilo de vida da classe média. Desde sua estreia, em 1989, o programa já exibiu cerca de 500 episódios. Para acessar: 
http://www.wtso.net

O teste de House

Assista a um vídeo raro que o ator Hugh Laurie fez para o teste no casting da série House. O vídeo foi gravado em um banheiro de  hotel na África, em 2004, no intervalo das gravações do filme “O Voo da Fênix”. A cena de um minuto e meio fascinou os produtores do canal norte-americano Fox. Conta a lenda que 50 atores concorriam ao papel. Para assistir:
http://migre.me/2kN1c

Os 500 melhores filmes da “Empire”

A revista “Empire” convidou leitores, diretores, atores e críticos para elegerem os 500 melhores filmes de todos os tempos. O resultado não chega a surpreender, mas foge um pouco das últimas listas publicadas pelas grandes revistas especializadas.  Para acessar: 
http://bit.ly/12jU8

25 faroestes clássicos de John Wayne para ver on-line

O site Open Culture, especializado em conteúdo cultural gratuito — aúdio, livros e filmes, disponibilizou 25 faroestes clássicos de John Wayne para assistir on-line. Os filmes abrangem cinco décadas do mítico ator, de 1930 a 1970.  Mesmo quase 33 anos após sua morte (morreu de câncer de estômago, em junho de 1979), John Wayne continua sendo um dos maiores e mais celebrados nomes da história do cinema americano. Para acessar: 
http://bit.ly/grvj0j

Um raríssimo documentário de Joaquim Pedro de Andrade sobre Manuel Bandeira

“O Poeta do Castelo”  é um raríssimo registro de Joaquim Pedro de Andrade sobre o cotidiano do poeta Manuel Bandeira.  O cineasta acompanha os gestos banais de sua rotina em seu pequeno apartamento no centro do Rio de Janeiro.  No final do vídeo, o momento mais tocante, Bandeira sai para a rua e caminha pela avenida Presidente Wilson, no bairro do Castelo, em direção à Academia Brasileira de Letras. Sua voz em off recita “Vou-me Embora para Pasárgada”.  No filme, os versos de Manuel Bandeira são lidos pelo próprio poeta.  O documentário, que está disponível no YouTube, é objeto de uma disputa judicial entre uma produtora detentora dos direitos do filme e os  herdeiros do poeta. Para acessar:
http://bit.ly/kN0bAy

500 mil histórias em quadrinhos para download

O The Digital Comic Museum é o maior museu on-line de histórias em quadrinhos do mundo. Preciosidades de 1920 a 1970 estão disponíveis para download. Todas as HQs são de domínio público ou que tiveram seus direitos cedidos para que fossem disponibilizados no site. Embora os números não sejam precisos, estima-se que sejam mais de 500 mil histórias. Para acessar: 
http://digitalcomicmuseum.com

HQs completas de Robert Crumb

Neste link você encontra para ler on-line as HQs completas, em inglês, do quadrinista e cartunista Robert Crumb. Crumb foi o fundador do movimento underground dos quadrinhos americanos. Em 2007 a empresa de consultoria global Synectics relacionou os 100 gênios vivos. Robert Crumb figura nesta lista. Para acessar: 
http://bit.ly/96UMjY

O maior acervo de fotografias históricas da internet

Em 2008 a revista “Life”, em parceria com o Google, disponibilizou 30% de seu gigantesco acervo fotográfico na internet. Grande parte dessas fotos nunca foi publicada. É possível encontrar imagens históricas e icônicas divididas em cinco categorias: pessoas, lugares, eventos, esporte e cultura. Atualmente o acervo disponível para consulta tem cerca de quatro milhões de fotos e compreende o período de 1860 a 1970. Para acessar: 
http://bit.ly/b9p4

20 mil fotos de Henri Cartier-Bresson

O site Al Fotto disponibilizou, para uso não comercial, cerca de 20 mil imagens do lendário fotógrafo francês Henri Cartier-Bresson, considerado um dos mais importantes fotógrafos do século XX e o mais influente de todos. O pai do fotojornalismo moderno, nasceu em 1908, em Chanteloupe, na França, e morreu em 2004.  Sua fotografia foi influenciada pelo húngaro André Kertész. Bresson teve inúmeros discípulos, que também se tornariam lendas da fotografia, entre eles Robert Doisneau, Willy Ronis e Edouard Boubat.  Suas fotografias estamparam as revistas mais importantes e famosas do mundo como “Life”, “Vogue” e “Harper's Bazaar”. Foi ele quem fotografou os últimos dias de Ghandi, além de ser autor de uma extensa galeria de fotografias icônicas, entre elas de Pablo Picasso, Braque, Alberto Giacometti, Henri Matisse, Paul Claudel, Paul Valéry, Jean-Paul Sartre, Simone de Beauvoir e Albert Camus. Foi também o primeiro fotógrafo da Europa Ocidental a registrar a vida na União Soviética de maneira livre. O jornalista Truman Capote o descreveu como um homem apaixonado pelo seu ofício: “Ele dançava na calçada como uma libélula inquieta, três grandes Leica penduradas ao pescoço, a quarta colada ao olho, tac-tac-tac, disparando cliques com uma intensa alegria e uma concentração religiosa de todo o seu ser. Nervoso e alegre, dedicado ao seu ofício, Cartier-Bresson é um homem solitário no plano da arte, uma espécie de fanático”. Para acessar: 
http://bit.ly/iwPeBy

100 personagens icônicos de todos os tempos

O blog Webdesigner Depot publicou uma lista com os 100 retratos icônicos mais famosos de todos os tempos. De pinturas do período clássico, como as de Platão e Aristóteles, passando por imagens polêmicas, como as de Yoko Ono e John Lennon nu, até imagens recentes como a foto oficial de Nelson Mandela como presidente da África do Sul. Também fazem parte da lista algumas lendas do cinema, como Marlon Brando, Humphrey Bogart, Al Capone, Charlie Chaplin, Bette Davis, Marlene Dietrich. Para acessar: 
http://bit.ly/J2T1r

Fotos de Paris com 100 anos de diferença 

A Lens Culture é uma revista on-line com enfoque na fotografia contemporânea internacional. O projeto traz um grande acervo com fotógrafos de mais de 100 países. Um dos destaques do site são os registros de Paris do francês Eugene Atget, feitos entre 1900 e 1927. Em 1997 o americano Robert Rauschenberg, um dos papas da pop art, refez os passos de Eugene Atget, clicando os mesmo ângulos e paisagens da Cidade Luz com quase 100 anos de diferença. O resultado impressiona: depois de quase um século, pouca coisa mudou. Para acessar: 
http://bit.ly/dtRGLq

Uma foto por dia desde 1995

O Astronomy Picture of the Day Archive é o maior acervo de fotografias espaciais da internet. O projeto, mantido pela Nasa e pela Universidade Tecnológica de Michigan, faz um registro diário do Sistema do Solar desde 16 de junho de 1995 até a data atual. São mais de cinco mil imagens arquivadas por data e divididas entre estrelas, galáxias, cometas e planetas. Cada imagem traz uma curta explicação escrita por um astrônomo. Para acessar:  
http://1.usa.gov/VImt

O álbum de fotos de Linda McCartney

O site Everyday i Show, especializado em fotografias icônicas, publicou na última semana uma galeria de imagens pessoais da fotógrafa e musicista americana Linda McCartney. Ex-editora da “Rolling Stone Magazine”, Linda McCartney imortalizou seu trabalho fotografando  ícones do rock como The Who, Jimi Hendrix, The Doors, Janis Joplin,  Bob Dylan e Beatles. Tornou-se mundialmente famosa ao casar-se com Paul McCartney em 1969. As fotografias, feitas entre 1967 e 1993, revelam, sobretudo, a intimidade do quarteto de Liverpool. Para acessar: 
http://bit.ly/kWca8N

As fotos da sessão que originou a capa do álbum “Abbey Road”, dos Beatles

O site Norwegian Wood, fã-clube norueguês dos Beatles, disponibilizou on-line todas as fotos da sessão que originou a capa do álbum “Abbey Road”. Lançado em setembro de 1969, “Abbey Road” é o 12° álbum da banda britânica e leva o mesmo nome da rua de Londres onde está localizado o lendário estúdio Abbey Road. A famosa fotografia da capa do álbum foi capturada pelo fotógrafo Iain Macmillan, um mês antes do lançamento do disco. A sessão durou pouco mais de dez minutos. Foi desta foto que surgiu a lenda de que Paul McCartney estaria morto, pois na foto ele aparece atravessando a rua de pés descalços. Para acessar:
http://bit.ly/4aNVx9

Como eu era. Como eu fiquei

“Young Me / Now Me” é um blog colaborativo (aberto à participação dos leitores) que publica fotos comparativas. São pessoas fotografadas hoje, repetindo poses de fotos tiradas em suas infâncias. Para acessar: 
http://bit.ly/9udVbB

A foto mais cara do mundo: 3,9 milhões dólares

A fotografia “Untitled #96”, da fotógrafa e diretora de cinema norte-americana Cindy Sherman, foi  vendida num leilão da Christie’s, famosa casa de leilões de Nova York, na quarta-feira, 11, por 3,9 milhões dólares. O comprador foi um comerciante de Nova York. Cindy Sherman começou a fotografar em 1977. Fugindo da estética da fotografia tradicional, seu trabalho é comparável ao de alguns artistas famosos como Barbara Kruger, Richard Prince e Jenny Holze.  A fotografia, que agora detém o título de a mais cara do mundo, foi feita em 1981 e é um autorretrato da célebre fotógrafa.  Para acessar: 
http://bit.ly/lPqodH

50 mil fotos históricas de 1840 a 2010

O site Historypin é uma espécie de máquina do tempo digital. São cerca de 50 mil fotos de pessoas, cidades e costumes, de 150 países. O site combina o Google Maps e o Street View com fotos históricas, o que torna possível comparar uma determinada rua ou lugar de hoje com imagens do passado. As fotos podem ser pesquisadas por área geográfica, endereço ou ano, que vai de 1840 a 2010. O projeto foi lançado em junho de 2010 pelo We Are What We Do, movimento mundial direcionado a questões sociais e ambientais. O objetivo é criar, colaborativamente, o maior banco de imagens históricas do mundo. Para acessar: 
http://www.historypin.com/

70 mil imagens dos oito maiores fotógrafos da história

O site Alafoto disponibilizou, para uso não comercial, cerca de 70 mil imagens dos oito maiores fotógrafos da história. As fotografias cobrem o período de 1920 a 2010. Fazem parte da galeria “Genialíssimo”, espécie de hall da fama do Alafoto, os fotógrafos norte-americanos Ansel Adams, um dos responsáveis pela aceitação da fotografia como forma de arte; Irving Penn, um dos mais prolíficos fotógrafos de moda do século 20;  Dorothea Lange, que entrou para a história ao percorrer, nos anos 1930, 22 Estados do Sul e Oeste dos Estados Unidos, recolhendo imagens que documentam o impacto da Grande Depressão na vida dos camponeses; e Richard Avedon, conhecido como o mestre do retrato e responsável por criar um novo conceito de fotografia de moda. Ainda fazem parte da galeria “Genialíssimo” do Alafoto o alemão, naturalizado australiano, Helmut Newton, famoso por seus estudos de nus femininos; o franco-estadunidense Elliott Erwitt, especializado em fotografia documental e conhecido por suas fotos em preto e branco cheias de ironia e situações absurdas; o francês Henri Cartier-Bresson, considerado o pai do fotojornalismo, e, para muitos, o maior fotógrafo que já existiu; e o germano-americano Horst P. Horst, aluno e amigo de Le Corbusier, reconhecido como o maior fotógrafo de celebridades do mundo na primeira metade do século 20. Para acessar: 
http://bit.ly/ax5uUR

Preciosidades históricas em sete idiomas

A Biblioteca Digital Mundial disponibiliza na internet, em formato multilíngue e gratuito, tesouros culturais de todo o mundo em um único lugar. O projeto, que tem o apoio da Organização das Nações Unidas, engloba universidades e bibliotecas de 150 países. Fazem parte do acervo manuscritos, mapas, livros raros, partituras, gravações, filmes, gravuras, fotografias e desenhos. Os itens podem ser facilmente pesquisados por lugar, período, tema, tipo de item, ou podem ser localizados por meio de uma pesquisa aberta em sete idiomas. As ferramentas de navegação e descrições de conteúdos são fornecidas em árabe, chinês, inglês, francês, português, russo e espanhol. Para acessar: 
http://www.wdl.org/pt/

Dom Quixote Interativo

A Biblioteca Nacional da Espanha, por meio do projeto Quixote Interativo, disponibilizou uma versão on-line da primeira edição de “Dom Quixote”, clássico romance de Miguel de Cervantes, escrito entre 1605 e 1615. O projeto traz também conteúdo multimídia, como mapas interativos das andanças do “cavaleiro da triste figura”, músicas e vídeos baseados na obra. Para acessar: 
http://bit.ly/b0wRdh

Esconderijo de Anne Frank

Faça um tour virtual pelo esconderijo de Anne Frank, onde a adolescente alemã escreveu o famoso diário relatando as experiências do período em que sua família se escondeu da perseguição nazista: 
http://bit.ly/gtNQaF

A última entrevista de Monteiro Lobato

Ouça a última entrevista de Monteiro Lobato, um dos mais influentes escritores e editores brasileiros do século 20.  A entrevista foi concedida  ao jornalista  Murilo Antunes Alves, da Rádio Record,  em 1948. Dois dias após entrevista o escritor morreu, vitimado por um derrame. Para acessar: (parte 1)
http://bit.ly/an42j (parte 2): http://bit.ly/gGTvQ

Os arquivos de Albert Einstein

O Einstein Archives On-line é o maior acervo documental sobre um dos mais influentes intelectuais da era moderna, o físico e teórico alemão Albert Einstein, que se tornou mundialmente famoso pela formulação da teoria da relatividade. O banco de dados do projeto, que tem curadoria da Jewish National and University Library e Hebrew University of Jerusalem, permite o acesso a mais de 43 documentos das atividades de Einstein, divididos entre manuscritos raros, correspondência pessoal e profissional, cadernos, diários de viagem, notas e digramas. O acervo está disponível em 22 idiomas. Para acessar:
http://www.alberteinstein.info/

A biblioteca pessoal de Fernando Pessoa

1.142 livros da biblioteca particular de Fernando Pessoa estão  disponíveis na internet para consulta on-line. A digitalização do acervo foi  feita pelo Centro de Linguística da Universidade de Lisboa. Os livros de vários gêneros e idiomas, no formato PDF e JPG, trazem dedicatórias, anotações, assinaturas, notas, diagramas e poemas do maior poeta de língua portuguesa da história. Para acessar: 
http://bit.ly/dnJxA9

A biblioteca pessoal de Cortázar

O Centro Virtual Cervantes, dentro do projeto La Biblioteca del Escritor Argentino,  fez um dossiê com parte da biblioteca (composta de mais de quatro mil livros) de Julio Cortázar. São dedicatórias, anotações, rascunhos e objetos pessoais. Uma preciosidade para quem gosta daquele que é considerado um dos autores mais inovadores e originais de seu tempo,  comparável a Jorge Luis Borges e Edgar Allan Poe. Para acessar: 
http://bit.ly/4CvMIy

Os arquivos de Walt Whitman

A Walt Whitman Archive é uma ferramenta de pesquisa e ensino dedicada à vida e à obra de um dos um dos maiores expoentes da poesia norte-americana do século XIX: Walt Whitman.  O projeto reúne diários, manuscritos, textos em prosa, cartas, artigos jornalísticos, fotos e áudios raros, além de toda a crítica textual produzida sobre a sua obra. Também foram disponibilizados para download reproduções de seis edições de “Folhas de Relva” — a obra emblemática de Whitman —, incluindo a primeira edição, publicada 1855, e a última publicada em 1891. Quando morreu, em 1892, Walt Whitman havia publicado nove edições distintas de sua obra capital. “Folhas de Relva” influenciou alguns dos principais poetas norte-americanos do século XX, como William Carlos Williams, Ezra Pound, Carl Sandburg e a geração beat. Uma parceria entre a Universidade de Iowa e a Universidade de Nebraska-Lincoln é a mantenedora do projeto. Para acessar:
http://bit.ly/qJ3

Tour virtual pela maior biblioteca barroca do mundo

Faça um passeio de 360 graus pela maior biblioteca barroca do mundo: a Biblioteca do Monastério de Strahov, na República Tcheca. A imagem, a maior já registrada em um ambiente interno, foi criada a partir de  três mil fotos de alta resolução,  totalizando 400 bilhões de pixels. Navegando pela imagem é possível ver detalhes de  títulos e texturas de livros antigos e até mesmo as rachaduras e pinceladas da pintura no teto. Para acessar: 
http://bit.ly/fqpac0

O museu dos museus

O projeto “O Museu dos Museus On-line” traz uma lista de links dos maiores museus virtuais do mundo. A lista é ampla. São mais de 200 museus, que vão desde o Museu do Holocausto, em Jerusalém, até o lendário Museu Bauhaus, em Weimar, na Alemanha. Para acessar: 
http://bit.ly/33MlZ2

O maior acervo de arte da internet

O Artchive é o maior e mais completo acervo on-line de arte do mundo. São 5 mil reproduções, em alta resolução, divididas entre pinturas, esculturas e fotografias. Os artistas são listados pelo nome, segmento artístico ou movimento a que pertenceram. O projeto inclui  tanto obras de  domínio público, cerca de 80% do acervo, como obras que ainda estão juridicamente protegidas.  No site também é possível comprar cartazes, calendários e camisetas.  Para acessar:
http://bit.ly/11ztdj

As 20 obras de arte mais caras da história

O Art Encyclopedia 2011 publicou a lista atualizada das 20 obras de arte que alcançaram o maior valor em leilões e vendas privadas da história. Figuram na lista os artistas Peter Paul Rubens, Mark Rothko, Claude Monet, Andy Warhol, Vincent Van Gogh, Jackson Pollock, Willem de Kooning, Paul Cézanne, Pablo Picasso, Jasper Johns, Gustav Klimt e Francis Bacon. A tela mais cara de todos os tempos é “Nº. 5”, de Jackson Pollock, de 1948, vendida em 2006 por 140 milhões de dólares. A segunda tela mais cara é “Woman III”, de Willem de Kooning, de 1953, vendida também em 2006, por 137 milhões de dólares. E a terceira tela da lista é “Portrait of Adele Bloch-Bauer I”, de Gustav Klimt, de 1907, vendida por 135 milhões de dólares.  Dois artistas, Van Gogh e Pablo Picasso, são os mais prestigiados do levantamento e aparecem com três telas cada. Não faz parte da lista obras dos grandes mestres da pintura universal como Michelangelo, Raphael, Leonardo, Rembrandt e Vermeer, pertencentes a museus e igrejas e que teriam valor inestimável. Estima-se, por exemplo, que a “Mona Lisa”, de Leonardo da Vinci, pertencente ao Museu do Louvre, valeria entre 700 milhões e 1 bilhão de dólares. A lista compreende apenas obras que foram comercializadas em leilões e vendas privadas. Para acessar: 
http://bit.ly/1crnx9

Inéditos de Andy Warhol

A Galeria Nacional da Escócia disponibilizou on-line 230 desenhos do pintor e cineasta americano Andy Warhol, um dos fundadores da Pop Art. Os desenhos, alguns raros e inéditos, fazem parte do acervo permanente da galeria e foram feitos entre 1945 e 1987, ano de sua morte. Para acessar:
http://bit.ly/DOocl

As pinturas de um artista cego de nascença

Esref Armagan é um pintor turco, cego de nascença, de 53 anos. Suas obras estão espalhadas por museus de toda a Europa. Sua habilidade extraordinária para pintar, usando uma técnica conhecida como perspectiva de três pontos (forma encontrada pelo homem para representar figuras tridimensionais: altura, largura e comprimento em uma superfície plana), considerada dificílima mesmo para pessoas que enxergam, impressiona a toda comunidade médica e científica mundial. Primeiro ele desenha usando uma técnica braile, depois adiciona cores individualmente. Esref, que tem sido comparado ao mestre renascentista Brunelleschi, recentemente foi submetido a experimentos na Universidade de Harvard, em que teve seu cérebro monitorado e descobriu-se que áreas relativas à visão que deveriam estar inativas surpreendentemente não estão quando ele pinta. Neste endereço você poderá conferir algumas de suas pinturas:
http://bit.ly/50fkOs

Passeio virtual pelo acervo de 17 museus internacionais

O Google Art Project é uma parceria entre o Google e 17 museus e galerias de nove países.  O projeto permite o acesso on-line a 350 salas de exposição com obras de 486 artistas.  As instituições participantes são a Uffizi Gallery, de Florença; o Museu de Arte Moderna (MoMA), a Frick Collection e The Metropolitan Museum of Art, de Nova York; o Freer Gallery of Art, Smithsonian, de Washington; a Alte Nationalgalerie e a Gemäldegalerie, de Berlim; a Tate Britain e a National Gallery, de Londres; os museus Reina Sofia e Thyssen-Bornemisza, de Madri; os museus Van Gogh e o Rijksmuseum, de Amsterdã; o Hermitage, de São Petersburgo; o Museu Kampa, de Praga; o Palácio de Versalhes, em Versalhes, e a State Tretyakov Gallery, de Moscou. Ao clicar sobre o museu escolhido, um mapa do museu  (Floor Plan) será disponibilizado na barra lateral. Além do tour virtual, cada uma das instituições participantes expõe uma obra famosa que pode ser visualizada em altíssima resolução. Para acessar:
http://www.googleartproject.com

Buscador de partituras

O site Sheet Search disponibiliza para download legal cerca sete mil partituras de músicas. A maior parte do acervo, que compreende o período de 1700 a 2000, é composto por clássicos da música erudita, mas temas contemporâneos, folclóricos e regionais também podem ser encontrados. Para acessar: 
http://www.sheetsearch.com

10 bons vinhos que custam até 90 reais

A revista “Exame”, na sua versão on-line, pediu à sommelière Alexandra Corvo, uma das maiores especialistas em vinhos no Brasil, que preparasse uma lista com dez rótulos de qualidade com preços inferiores a 100 reais. A lista traz vinhos brancos e tintos, austríacos, gregos, líbios, franceses, uruguaios e espanhóis. Todos podem ser comprados no Brasil, por preços que variam, de R$ 25 a 90 reais. Para acessar:
http://bit.ly/ddv9yO

800 minipalestras para ver on-line

Tecnologia, Entretenimento, Design (TED) é uma fundação privada sem fins lucrativos, dos Estados Unidos, destinada à disseminação de ideias. O grupo foi fundado em 1984 e sua ênfase era tecnologia e design, mas com o aumento da popularidade, os temas abordados passaram a ser mais amplos. No link abaixo estão disponíveis cerca 1000 mini palestras em vídeo, legendadas em português, por colaboradores brasileiros. Os temas são os mais variados possíveis, abrangendo quase todos os aspectos da ciência e cultura, além de economia, tecnologia e sustentabilidade. Para acessar: 
http://bit.ly/3w39BI

Um dia de Beatles na Abbey Road

Em abril de 1969, os Beatles se reuniram para gravar seu último álbum, o lendário “Abbey Road”. A fotografia da capa do álbum se tornou umas das imagens iconográficas mais famosas do mundo.  O estúdio Abbey Road, onde foi gravado o álbum, disponibilizou uma webcam ao vivo mostrando o dia-a-dia da famosa rua de Londres, que foi imortalizada pelo quarteto de Liverpool atravessando a faixa. Para acessar:
http://bit.ly/DtGpV

10 mil jornais de todo o planeta em um só lugar

Newspaper Map é um serviço web que mostra, através do Google Maps, as primeiras páginas de 10 mil jornais de todo o mundo. Os periódicos podem ser pesquisados por nome, língua, região, cidade, país ou simplesmente clicando sobre sua área geográfica. Ao clicar, aparecerá uma aba com a edição atual do jornal, diário ou semanário, e as línguas disponíveis para a tradução: português, inglês, espanhol, russo, francês, alemão, japonês, árabe e um marcador para outros dialetos. Os leitores também podem sugerir e submeter novos jornais ao projeto. Para acessar:
http://newspapermap.com/

70 anos de história do “Jornal do Brasil” digitalizados

Em 2008, o “Jornal do Brasil” realizou uma parceria com o Google que resultou na digitalização integral das edições que circularam entre janeiro de 1930 e dezembro de 1999. São cerca de 25 mil números, cobrindo um período de 69 anos. Fundado em 1891, o jornal teve entre seus colaboradores alguns nomes célebres, entre eles o escritor e diplomata Joaquim Nabuco e o escritor português Eça de Queirós. Em 2010, foi anunciado o fim de sua edição impressa e o JB passou a ser o primeiro jornal 100% digital do país. Para acessar: 
http://bit.ly/9xGRmd

72 mil fontes para download

Font Park é o maior portal de fontes não-comerciais da internet. O banco de dados atual tem mais de 70 mil fontes catalogadas por ordem alfabética e divididas em 82 categorias, compatíveis com PC, Mac e Linux. Para saber mais informações sobre uma determinada fonte, basta clicar em download e uma página com informações detalhadas será aberta, incluindo todo o mapa de caracteres e um espaço para teste. O serviço é gratuito e sem necessidade cadastro. Para acessar: 
http://www.fontpark.net

O maior banco de dados sobre aves do Brasil

WikiAves é o maior banco de dados on-line sobre as aves do Brasil. São mais de 250 mil fotos e 16 mil registros de sons, de  1700 espécies. O projeto foi criado com o objetivo de apoiar a comunidade on-line de biólogos e observadores de aves brasileiras. Os observadores cadastrados no WikiAves podem publicar fotos e sons colaborativamente. As aves estão categorizadas por nomes, espécies, regiões, Estados ou podem ser buscadas por cidades. O site também traz dicas de cuidados e de como denunciar maus tratos e comercialização ilegal de animais silvestres. Para acessar:
www.wikiaves.com.br

A Bíblia em Lego

O projeto The Brick Testament (A Bíblia em Lego) é composto de 3.600 ilustrações que narram mais de 400 histórias bíblicas. Todas as montagens trazem as citações dos capítulos e versículos. O projeto foi construído e fotografado pelo reverendo americano Brendan Powell Smith. Para acessar:
http://bit.ly/10s6O

Um site para “machos convictos”

A proposta do site The Art of Manliness (em inglês) é “reviver a arte perdida da masculinidade”. Lá homens à moda antiga podem encontrar dicas sobre como se barbear com uma faca de caça, como encontrar a mulher ideal em lugares que não sejam  bares ou clubes noturnos, como ler um poema sem afinar a voz,  além de muitos outros “toques para machos convictos”, na definição do próprio site. Destaque para as listas: os 100 livros e filmes essenciais do homem.  Para acessar: 
http://artofmanliness.com/

O museu dos jogos antigos

Sabe aquele joguinho que embalou sua infância/adolescência e você nunca mais viu ou jogou? Pois bem, ele pode ser encontrado no site Best Old Games. São mais de 500 jogos, de várias gerações de consoles como Atari, Sega e Nitendinho, arquivados em ordem alfabética e divididos em 10 categorias. Destaque para a série jogos em 8 bits. Para acessar:
http://www.bestoldgames.net

Pronúncias em várias línguas

O Forvo é o maior guia colaborativo de pronúncias do mundo. Você pode consultar a pronúncia de uma palavra em mais de 100 línguas e dialetos. Para usar o serviço, basta digitar a palavra desejada e o sistema listará em quais línguas a pronúncia da palavra pesquisada está disponível. Para acessar: 
http://pt.forvo.com

Aprenda o básico de vários idiomas

O site da BBC disponibilizou on-line uma espécie de curso de conversação básica em mais de 40 idiomas. Os áudios abordam situações cotidianas como se hospedar, conhecer pessoas, se comportar em eventos, restaurantes, shoppings e se locomover. Também traz dicas relacionadas a negócios e sobre as peculiaridades de cada país da língua pesquisada. As aulas/áudio também estão disponíveis para download. Para acessar: 
http://bbc.in/19p9tq

Teste os dois lados do cérebro ao mesmo tempo

O Twinoo é um jogo de lógica, com dois cronômetros, onde você precisa responder questões de matemática e, ao mesmo tempo, escolher o resultado de uma combinação de cores. Também há uma versão disponível para iPhone e iPad. Para acessar: 
http://bit.ly/Or98z

Vasculhe o Twitter alheio

O Mention Map é uma ferramenta que vasculha com um clique todas as interações de um determinado usuário do Twitter. Basta digitar o perfil do usuário e a ferramenta listará todas as pessoas com que aquele perfil esteve conversando ou interagindo num período pré-determinado de tempo. Para acessar: 
http://bit.ly/s3DhD

Transforme seus posts do Twitter em livro

O site Tweetbook oferece aos usuários a possibilidade de transformar seus post no Twitter em um livro em PDF. Basta entrar no site, autorizar o acesso (OAuth) para a conta do Twitter e todos os posts dos últimos seis meses serão convertidos em um livro no formato PDF. Você também poderá definir se replys farão parte do livro ou apenas post principais: Para acessar: 
http://tweetbook.in/

Seu padrinho no Twitter

Relembre a data que você entrou no Twitter e descubra quem é o padrinho do seu perfil. Para acessar: 
http://twbirthday.com



 Tweets em morse

Crie mensagens cifradas em  Código Morse e compartilhe pelo Twitter. Para acessar: 
http://bit.ly/3xM2v

Converta qualquer site em um arquivo PDF

Dificuldades para guardar uma informação encontrada na internet? A solução é simples: acesse o site Pdf My Url e ele converterá qualquer website em um arquivo em PDF. A versão padrão do serviço oferecido pelo site é gratuito, mas o usuário também terá a opção de contratar a versão avançada que permite conversões ilimitadas, arquivamento e agendar os horários em que um determinado PDF deverá ser feito. Para acessar: 
http://pdfmyurl.com/
 

domingo, 11 de setembro de 2011

O Pão Nosso de Cada Dia Nos Dá Hoje

     Élder D. Todd Christofferson
Do Quórum dos Doze Apóstolos

Serão do SEI para Jovens Adultos • 9 de janeiro de 2011 • Universidade Brigham Young
Nós, adultos mais velhos, incluindo pais, líderes da Igreja, professores e amigos, com frequência os aconselhamos a planejar para o futuro. Incentivamos vocês a estudar e a adquirir instrução profissional como preparação para a vida nos anos vindouros. Nós os instamos a estabelecer um alicerce para o casamento e a família, e a colocar em prática esses planos. Acautelamos vocês a pensar nas possíveis consequências futuras ao tomarem decisões sobre o que fazer hoje (por exemplo, o que colocam na Internet). Aconselhamos vocês a pensar em como conseguir sucesso na vida e depois a estabelecer padrões e práticas que os levarão a esse sucesso.
Tudo isso expressa um curso sábio e prudente na vida, e no que vou dizer-lhes hoje, não menosprezo de modo algum a importância de se pensar e planejar com antecedência. A preparação e o planejamento ponderados são o ponto-chave para um futuro recompensador, porém não vivemos no futuro, mas, sim, no presente. É no dia a dia que executamos nossos planos para o futuro, é no dia a dia que atingimos nossas metas. É no dia após dia que criamos e educamos nossa família. É no dia após dia que vencemos as imperfeições. Perseveramos com fé até o fim, um dia por vez. É o acúmulo de muitos dias bem vividos que totaliza uma vida plena e uma pessoa piedosa. Portanto, gostaria de falar-lhes sobre como viver bem dia após dia.

Rogar a Deus o que É Necessário a Cada Dia

Lemos em Lucas que um dos discípulos pediu a Jesus: “Senhor, ensina-nos a orar, como também João ensinou aos seus discípulos” (Lucas 11:1). Jesus deu-lhes então um padrão de oração que ficou conhecido como o Pai Nosso. O mesmo está registrado em Mateus como parte do Sermão da Montanha (ver Mateus 6:9–13).
No Pai Nosso está incluído o pedido: “O pão nosso de cada dia nos dá hoje” (Mateus 6:11), ou em Lucas: “Dá-nos cada dia o nosso pão cotidiano” (Lucas 11:3). Creio que todos prontamente reconhecemos que a cada dia temos necessidades com as quais desejamos que o Pai Celestial nos ajude a lidar. Para alguns, em certos dias, trata-se literalmente do pão, ou seja, do alimento necessário para o sustento naquele dia. Pode também ser a força espiritual e física para lidar com mais um dia de enfermidade crônica ou com uma reabilitação dolorosamente lenta. Em outros casos, podem ser necessidades menos tangíveis, tais como coisas relacionadas às obrigações pessoais ou às atividades cotidianas, dar uma aula ou fazer um exame, por exemplo.
Jesus ensina a nós, Seus discípulos, que devemos buscar em Deus a cada dia o pão — a ajuda e o sustento — de que precisamos naquele dia específico. Isso é condizente com o conselho de “orar sempre e não desfalecer; e nada deveis fazer para o Senhor sem antes orar ao Pai, em nome de Cristo, para que ele consagre para vós a vossa ação, a fim de que a vossa ação seja para o bem-estar de vossa alma” (2 Néfi 32:9).
O convite do Senhor de que busquemos nosso pão de cada dia das mãos de nosso Pai Celestial fala de um Deus amoroso, ciente até das pequenas necessidades diárias de Seus filhos, e ansioso para ajudá-los, um por um. Ele diz que podemos pedir com fé àquele Ser “que a todos dá liberalmente, e o não lança em rosto” (Tiago 1:5). Isso é, sem dúvida, tremendamente tranquilizador, mas há algo em ação aqui que é bem mais significativo do que apenas a ajuda para a sobrevivência diária. Ao buscarmos e recebermos o pão divino diariamente, nossa fé e confiança em Deus e em Seu Divino Filho cresce.

Nutrimos a Fé Rogando a Deus Diariamente Nossas Necessidades

Vocês devem lembrar-se do grande êxodo das tribos de Israel do Egito e dos 40 anos no deserto antes de entrarem na terra prometida. Aquela imensa multidão de mais de um milhão de pessoas tinha de ser alimentada. Sem dúvida aquele grande número de pessoas em um só lugar não poderia subsistir da caça, e seu estilo de vida seminômade na época não era condizente com a lavoura e a pecuária, em qualquer quantidade significativa. Jeová solucionou esse problema provendo milagrosamente o pão de cada dia do céu: o maná. Aquela pequena substância comestível que aparecia no chão a cada manhã era algo novo e desconhecido. O nome maná, na verdade, deriva de palavras que significam: “O que é isso?” Por intermédio de Moisés, o Senhor instruiu o povo a coletar a cada dia o suficiente para o dia, exceto na véspera do sábado, quando deviam coletar o suficiente para dois dias.
A princípio, apesar das instruções específicas de Moisés, eles tentaram coletar mais do que o suficiente para um dia, e guardar o excedente:
“E disse-lhes Moisés: Ninguém deixe dele para amanhã.
Eles, porém, não deram ouvidos a Moisés, antes alguns deles deixaram dele para o dia seguinte; e criou bichos, e cheirava mal” (Êxodo 16:19–20).
Conforme prometido, porém, quando coletaram o dobro da quantidade diária normal de maná no sexto dia, ele não estragou:
“E guardaram-no até o dia seguinte, como Moisés tinha ordenado; e não cheirou mal nem nele houve algum bicho.
Então disse Moisés: Comei-o hoje, porquanto hoje é o sábado do Senhor; hoje não o achareis no campo.
Seis dias o colhereis, mas o sétimo dia é o sábado; nele não haverá” (Êxodo 16:24–26).
Novamente, porém, alguns não acreditaram sem ver, e tentaram coletar maná no sábado.
“Então disse o Senhor a Moisés: Até quando recusareis guardar os meus mandamentos e as minhas leis?
Vede, porquanto o Senhor vos deu o sábado, portanto ele no sexto dia vos dá pão para dois dias; cada um fique no seu lugar, ninguém saia do seu lugar no sétimo dia” (Êxodo 16:28–29).
Parece que até na antiguidade, tal como hoje, havia algumas pessoas que não conseguiam deixar de fazer compras no Dia do Senhor.
Provendo o sustento diário, um dia por vez, Jeová estava tentando ensinar fé a uma nação que ao longo de um período de 400 anos tinha perdido grande parte da fé que seus pais tinham. Ele os estava ensinando a confiar Nele, a buscá-Lo em cada pensamento; a não duvidar, e não temer (ver D&C 6:36). Estava lhes provendo o suficiente para um dia a cada vez. Exceto no sexto dia, eles não podiam armazenar o maná para usá-lo no dia seguinte. Basicamente, os filhos de Israel tinham que andar com Ele naquele dia e confiar que Ele lhes daria uma quantidade suficiente de alimento para outro dia, no dia seguinte, e assim por diante. Desse modo, Ele nunca estava muito longe do pensamento e do coração deles.
Devemos notar, a propósito, que aqueles 40 anos de maná não eram para se tornar um auxílio-desemprego. Assim que as tribos de Israel se tornaram capazes de sustentar-se, foi-lhes exigido que o fizessem. Depois de cruzarem o Rio Jordão e de estarem preparados para iniciar a conquista de Canaã, começando por Jericó, as escrituras registram que “depois da páscoa, nesse mesmo dia, comeram, do fruto da terra [ou seja, a colheita do ano anterior]. (…)
E cessou o maná no dia seguinte, depois que comeram do fruto da terra, e os filhos de Israel não tiveram mais maná; porém, no mesmo ano comeram dos frutos da terra de Canaã” (Josué 5:11–12).
Da mesma forma, quando rogamos a Deus nosso pão de cada dia — pedindo ajuda no momento em que não podemos provê-lo — ainda assim precisamos fazer e prover ativamente o que estiver ao nosso alcance.

Confiar no Senhor — As Soluções Podem Vir Depois de um Tempo

Antes de eu ser chamado como Autoridade Geral, tive problemas financeiros por vários anos. Isso não aconteceu devido às más ações ou à má vontade de ninguém, mas foi apenas uma daquelas coisas que às vezes acontecem em nossa vida. Tornavam-se ora mais ora menos sérios e urgentes, mas nunca sumiram completamente. Às vezes, esse desafio ameaçava o bem-estar da minha família, e achei que poderíamos ficar financeiramente arruinados. Orei para que alguma intervenção milagrosa nos salvasse. Embora eu tivesse orado muitas vezes com grande sinceridade e anseio, a resposta no final era: “Não”. Por fim, aprendi a orar como fez o Salvador: “Todavia não se faça a minha vontade, mas a tua” (Lucas 22:42). Busquei a ajuda do Senhor a cada pequeno passo ao longo do caminho até a solução final.
Houve momentos em que exauri todos os meus recursos, em que não tinha para onde ir nem a quem recorrer, em que simplesmente não havia outro ser humano que pudesse me ajudar. Sem ter outro recurso, mais de uma vez caí de joelhos diante do Pai Celestial, implorando com lágrimas a Sua ajuda. E Ele me ajudou. Às vezes não passava de um sentimento de paz, um sentimento de certeza de que as coisas dariam certo. Podia ser que eu não visse como ou qual seria a saída, mas Ele me fez saber, direta ou indiretamente, que abriria um caminho. A situação mudava, uma ideia nova e útil me vinha à mente, uma renda inesperada ou outro recurso aparecia bem no momento certo. De alguma forma, havia uma solução.
Embora eu tenha sofrido, quando me recordo, sinto-me grato por não ter havido uma solução rápida para meu problema. O fato de eu ter sido obrigado a voltar-me a Deus para pedir ajuda quase diariamente durante um longo período de anos ensinou-me realmente a orar e a ouvir a resposta de minhas orações, e ensinou-me de modo bem prático a ter fé em Deus. Aprendi a conhecer meu Salvador e meu Pai Celestial de um modo e em um nível que talvez nunca teria acontecido de outra forma ou que teria levado bem mais tempo para alcançar. Aprendi que o pão de cada dia é um bem precioso. Aprendi que o maná de hoje pode ser tão real quanto o maná tangível da história bíblica. Aprendi a confiar no Senhor de todo o coração. Aprendi a andar com Ele dia a dia.

Trabalhar com um Problema em Porções Pequenas e Diárias

O fato de pedirmos a Deus nosso pão de cada dia, em vez de nosso pão semanal, mensal ou anual, também é um meio de enfocar as porções menores e mais administráveis de um problema. Quando lidamos com algo muito grande, pode ser que tenhamos de trabalhar nele em porções pequenas e diárias. Às vezes tudo o que podemos fazer é lidar com um dia (ou mesmo só uma parte de um dia) por vez. Deixem-me dar-lhes um exemplo que não está nas escrituras.
Li recentemente um livro intitulado O Único Sobrevivente, que conta a trágica história de uma equipe de quatro integrantes da força de operações especiais da marinha dos Estados Unidos, em missão secreta numa área isolada do Afeganistão, há cinco anos e meio. Quando foram inesperadamente descobertos por pastores — dois homens e um menino — aqueles soldados especialmente treinados tiveram que decidir entre matá-los ou deixá-los ir, sabendo que se vivessem, revelariam a localização da equipe, e que eles seriam imediatamente atacados pelas forças da al Qaeda e do Talibã. Mesmo assim, deixaram os pastores inocentes ir, e na luta armada que se seguiu, somente o autor, Marcus Luttrell, sobreviveu ao ataque de mais de 100 soldados inimigos.
No livro, Luttrell conta o treinamento exaustivo e a resistência exigidos para integrar as forças especiais da marinha americana. No grupo de treinamento de Luttrell, por exemplo, dos 164 que começaram, somente 32 conseguiram concluir o curso. Suportaram semanas de constante esforço físico, dentro e fora das águas geladas do mar, nadando, remando e carregando botes infláveis, correndo pela areia, fazendo centenas de flexões, carregando toras por uma pista de obstáculos e assim por diante. Estavam em um estado quase perpétuo de exaustão.
Fiquei impressionado com algo que um oficial mais graduado disse ao grupo, quando começaram a fase final e mais desgastante do treinamento.
“Primeiro de tudo”, disse ele, “não quero que cedam à pressão do momento. Sempre que estiverem muito doloridos, aguentem firme. Terminem o dia. Depois, se ainda se sentirem mal, pensem muito bem antes de decidirem desistir. Em segundo lugar, vivam um dia por vez. Uma [fase] por vez.
Não deixem que seus pensamentos os façam desistir, não comecem a pensar em desertar por se preocuparem com o futuro e com quanto irão suportar. Não olhem para além da dor. Simplesmente terminem o dia, e terão uma carreira maravilhosa diante de vocês.”1
Geralmente é bom tentar antecipar o que está por vir e preparar-se para lidar com isso. Às vezes, porém, o conselho daquele capitão é muito sábio: “Vivam um dia por vez. (…) Não olhem para além da dor. Simplesmente terminem o dia”. A preocupação com o que há de vir ou de acontecer pode debilitar-nos. Pode paralisar-nos e fazer-nos desistir.
Na década de 1950, minha mãe sobreviveu a uma cirurgia radical de câncer, mas por mais difícil que tenha sido, depois disso vieram dezenas de sessões de radioterapia no que hoje seriam consideradas condições médicas muito primitivas. Ela conta que sua mãe lhe ensinou algo naquela época que a ajudou muito a partir dali: “Eu estava tão fraca e doente, que disse a ela um dia: ‘Oh, mãe, não vou suportar mais dezesseis sessões assim’. Ela perguntou: ‘Consegue aguentar a de hoje?’ ‘Sim.’ ‘Bem, querida, isso é tudo o que você tem que fazer hoje.’ Algo que me ajudou em muitas ocasiões foi lembrar de viver um dia ou uma coisa por vez”.
O Espírito pode mostrar-nos quando olhar adiante e quando devemos lidar apenas com o dia de hoje, com o momento atual. Se pedirmos, o Senhor nos fará saber, por intermédio do Espírito Santo, quando pode ser conveniente aplicar em nossa vida o mandamento que Ele deu a Seus antigos apóstolos: “Portanto não vos preocupeis com o dia de amanhã, porque o dia de amanhã se preocupará com suas próprias coisas. Basta a cada dia o seu mal” (3 Néfi 13:34; ver também Mateus 6:34).

O “Pão Nosso de Cada Dia” de Deus É Necessário para Atingirmos Nosso Potencial

Sugeri que pedir e receber o pão de cada dia das mãos de Deus é uma parte vital do processo de aprender a confiar em Deus e de suportar os desafios da vida. Também precisamos de uma porção diária do pão divino para tornar-nos o que precisamos nos tornar. O processo de arrepender-nos, de melhorar e, por fim, de atingir “a medida da estatura completa de Cristo” (Efésios 4:13), como disse Paulo, é gradual. A incorporação de hábitos novos e saudáveis em nosso caráter ou a superação de maus hábitos ou vícios muito frequentemente significa um esforço diário seguido de outro no dia seguinte, e depois outro, talvez por muitos dias, ou até meses e anos, até que a vitória seja alcançada. Mas podemos fazê-lo, porque podemos recorrer a Deus para nosso pão de cada dia, para a ajuda necessária a cada dia.
Esta é a época das resoluções de Ano Novo, e gostaria de citar-lhes as palavras do Presidente N. Eldon Tanner, que foi conselheiro na Primeira Presidência: Ele disse: “Ao refletirmos sobre a importância da resolução de agir melhor, disciplinemo-nos de modo a selecionar cuidadosamente as nossas resoluções, a ponderar o propósito delas e, por fim, a assumir o compromisso de mantê-las e de não deixar que nenhum obstáculo nos impeça de fazê-lo. Lembremo-nos de que, no início de cada dia, podemos manter uma resolução por apenas um dia. Se fizermos isso, ficará cada vez mais fácil, até se tornar um hábito”2.
Há pouco mais de um ano, o Élder David A. Bednar disse que a constância em práticas diárias simples, como a oração familiar, o estudo das escrituras e as noites familiares, é fundamental na edificação de uma família bem-sucedida. O esforço constante em passos aparentemente pequenos e diários é um princípio-chave na realização de qualquer grande obra, inclusive no progresso pelo caminho do discipulado. Como ilustração, o Élder Bednar comparou os atos diários a cada uma das pinceladas de um quadro, que somadas ao longo do tempo produzem uma obra de arte. Ele disse:
“Em meu escritório há uma bela pintura de um campo de trigo. A pintura é um imenso conjunto de pinceladas de tinta, nenhuma das quais, vista isoladamente, aparenta ser muito interessante ou impressionante. Na verdade, se olharmos a tela bem de perto, tudo o que veremos será um aglomerado de pinceladas de cor amarela, dourada e marrom, aparentemente sem relação entre si e sem beleza. No entanto, à medida que nos afastamos da tela, todas as pinceladas isoladas se combinam e produzem uma magnífica paisagem de um campo de trigo. (…)
(…) Assim como as pinceladas amarelas, douradas e marrons de tinta se complementam e produzem uma impressionante obra-prima, nossa constância em fazer coisas aparentemente pequenas pode levar a resultados espirituais significativos. ‘Portanto não vos canseis de fazer o bem, porque estais lançando o alicerce de uma grande obra. E de pequenas coisas provém aquilo que é grande’ (D&C 64:33)”.3
O Presidente Ezra Taft Benson, falando de arrependimento, deu este conselho:
“Precisamos tomar cuidado, ao procurar tornar-nos cada vez mais [semelhantes a Cristo], para que não desanimemos e percamos a esperança. O processo de tornar-nos semelhantes a Cristo é uma jornada de toda uma vida, que geralmente envolve mudança e crescimento lentos, quase imperceptíveis. As escrituras registram relatos extraordinários de homens cuja vida mudou drasticamente, num instante, como aconteceu com Alma, o Filho; Paulo na estrada para Damasco; Enos orando até a noite e o rei Lamôni. Esses exemplos assombrosos da capacidade de mudar até os atolados no pecado dão-nos a confiança de que a Expiação pode alcançar até os que estão em desespero profundo.
Mas precisamos ser cautelosos ao falar desses exemplos extraordinários. Embora reais e muito vigorosos, eles são a exceção, mais do que a regra. Para cada Paulo, para cada Enos, para cada rei Lamôni, há centenas e milhares de pessoas para quem o processo de arrependimento é bem mais sutil e bem menos perceptível. Dia a dia eles se movem para mais perto do Senhor, sem quase se dar conta de que estão edificando uma vida semelhante à de Deus. Levam uma vida tranquila de bondade, serviço e comprometimento. (…)
Não podemos perder a esperança. A esperança é a âncora da alma dos homens. Satanás quer que joguemos fora essa âncora; desse modo, ele pode provocar desânimo e desistência. Mas não podemos perder as esperanças. O Senhor fica feliz com todo esforço, mesmo os menores e diários, com os quais nos esforçamos para sermos mais como Ele.”4

Buscar a Ajuda do Senhor ao Servir o Próximo

Lembrem-se de que devemos não apenas pensar em nós mesmos quando buscamos uma porção diária do pão divino. Se quisermos tornar-nos como o Mestre, Aquele que veio não “para ser servido, mas para servir” (Marcos 10:45), buscaremos Sua ajuda para prestar serviço ao próximo, dia a dia.
O Presidente Thomas S. Monson vive esse princípio melhor do que qualquer pessoa que conheço. Há sempre presente em seu coração uma oração para que Deus lhe revele as necessidades e os meios para que ele auxilie as pessoas a seu redor, a qualquer dia ou a qualquer momento do dia. Um exemplo de sua época como bispo ilustra o fato de que, às vezes, até um pequeno esforço pode, com a atuação do Espírito, render frutos extraordinários. Vou citar um trecho da biografia do Presidente Monson escrita por Heidi Swinton, intitulada Ao Resgate:
“Um dos que o [Presidente Monson] ajudou foi Harold Gallacher. A mulher e os filhos eram ativos na Igreja, mas Harold não era. Sua filha Sharon havia pedido ao bispo Monson se ele poderia fazer ‘algo’ para trazer o pai de volta à atividade. Como bispo, ele sentiu-se inspirado a procurar Harold, certo dia. Era um dia quente de verão quando ele bateu à porta de tela da casa de Harold. O bispo viu Harold sentado em sua poltrona, fumando um cigarro e lendo o jornal. ‘Quem é?’ perguntou Harold, de mau humor, sem erguer os olhos.
‘Seu bispo’, respondeu Tom. ‘Vim para conhecê-lo e para pedir que frequente as reuniões com sua família.’
‘Não. Estou muito ocupado’, foi a resposta desdenhosa. Ele nem ergueu os olhos. Tom lhe agradeceu por ouvir e foi embora. A família se mudou sem que Harold fosse às reuniões.
Anos depois, um certo irmão Gallacher telefonou para o escritório do Élder Thomas S. Monson e pediu para marcar uma entrevista com ele.
‘Pergunte se o nome dele é Harold G. Gallacher’, disse o Élder Monson a sua secretária, ‘e se ele morou na rua Vissing Place, número 55, e tinha uma filha chamada Sharon’. Quando a secretária fez isso, Harold ficou surpreso de ver que o Élder Monson se lembrava de tantos detalhes. Quando se encontraram, mais tarde, eles se abraçaram. Harold disse: ‘Vim me desculpar por não ter me levantado da poltrona e deixado você entrar naquele dia quente de verão, há muitos anos’. O Élder Monson lhe perguntou se estava ativo na Igreja. Com um sorriso torto, Harold respondeu: ‘Sou o segundo conselheiro no bispado de minha ala. Seu convite para ir à Igreja e minha recusa me incomodaram tanto que tive de fazer algo a respeito’.”5

As Escolhas Diárias Têm Consequências Eternas

A lembrança de nosso pão de cada dia nos mantém cientes dos detalhes de nossa vida, do significado das pequenas coisas que ocupam nossos dias. A experiência ensina que no casamento, por exemplo, uma série constante de simples atos de bondade, ajuda e atenção faz muito mais para manter o amor vivo e para nutrir o relacionamento do que um ocasional gesto grandioso e caro. Não estou dizendo, irmãos — vocês que são casados — que sua mulher não vai apreciar um vestido novo e realmente bom ou algum outro presente ocasional que expresse com um ponto de exclamação o que você sente por ela (dentro dos parâmetros, é claro, de seu orçamento apertado). Quero apenas dizer que uma expressão constante e diária de afeto, tanto em palavras quanto em ações, é bem mais significativa a longo prazo.
Da mesma forma, nas escolhas diárias podemos impedir que certas influências insidiosas entrem em nossa vida e se tornem parte do que somos. Em uma conversa informal que o Élder Neal A. Maxwell e eu tivemos há alguns anos com um líder do sacerdócio em uma conferência de estaca, observamos que uma pessoa pode evitar em grande parte a pornografia e as imagens pornográficas simplesmente fazendo boas escolhas. Na maioria das vezes, basta simplesmente exercer a autodisciplina de não ir aonde existe pornografia, tanto no mundo real quanto na Internet. Reconhecemos, porém, que por ser tão tragicamente difundida, a pornografia pode pegar de surpresa alguém que esteja cuidando de sua própria vida. “Sim”, observou o Élder Maxwell, “mas a pessoa pode rejeitá-la imediatamente. Não precisa convidá-la a entrar e oferecer-lhe uma cadeira para sentar-se”. O mesmo acontece com outros hábitos e influências — desleixo na aparência e na conduta, linguagem abusiva e profana, criticismo cruel, procrastinação e assim por diante — nossa atenção diária no sentido de evitar o princípio dessas coisas pode impedir que venhamos, num dia futuro, descobrir que por descuido nosso um mal ou fraqueza se enraizou em nossa alma.
Na verdade, não há muitas coisas que sejam totalmente sem importância em um dado dia. Até as coisas comuns e repetitivas podem ser tijolos minúsculos mas importantes que, com o tempo, edificarão a disciplina, o caráter e a ordem necessários para realizar nossos planos e sonhos. Portanto, ao orarem pelo seu pão de cada dia, pensem com cuidado em suas necessidades, tanto no que lhes falta quanto naquilo contra o qual precisam proteger-se. Ao se deitarem, pensem nas coisas positivas e negativas do dia e no que fará, um pouco melhor, no dia seguinte. E agradeçam ao Pai Celestial pelo maná que Ele colocou ao longo de seu caminho e que os sustentou durante o dia. Suas reflexões vão aumentar sua fé Nele, ao verem que a mão Dele os ajudou a suportar algumas coisas e a mudar outras. Vocês conseguirão regozijar-se em mais um dia, mais um passo rumo à vida eterna.

Jesus Cristo É o Pão da Vida

Acima de tudo, lembrem-se de que contamos com Aquele que o maná simbolizava, o próprio Pão da Vida, o Redentor.
“E Jesus lhes disse: Eu sou o pão da vida; aquele que vem a mim não terá fome, e quem crê em mim nunca terá sede. (…)
Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim tem a vida eterna.
Eu sou o pão da vida.
Vossos pais comeram o maná no deserto, e morreram.
Este é o pão que desce do céu, para que o que dele comer não morra.
Eu sou o pão vivo que desceu do céu; se alguém comer deste pão, viverá para sempre; e o pão que eu der é a minha carne, que eu darei pela vida do mundo” (João 6:35, 47–51).
Presto-lhes meu testemunho da realidade viva do Pão da Vida, Jesus Cristo, e do poder e alcance infinitos de Sua Expiação. Em última análise, é a Sua Expiação, Sua graça, que é nosso pão de cada dia. Devemos buscá-Lo diariamente, fazer Sua vontade a cada dia, para tornar-nos um com Ele, como Ele é um com o Pai (ver João 17:20–23). Abençoo vocês para que ao buscarem isso Nele, seu Pai Celestial lhes conceda o pão de cada dia, em nome de Jesus Cristo. Amém.
© 2011 Intellectual Reserve, Inc. Todos os direitos reservados. Aprovação do inglês: 10/10. Aprovação da tradução: 10/10. Tradução de Give Us This Day Our Daily Bread. Portuguese. PD50028437 059

Notes

1. Marcus Luttrell with Patrick Robinson, Lone Survivor: The Eyewitness Account of Operation Redwing and the Lost Heroes of SEAL Team 10(2007), p. 124.
2. N. Eldon Tanner, “Just for Today”, New Era, janeiro de 1975, p. 5.
3. David A. Bednar, Conference Report, outubro de 2009, p. 18; ou A Liahona, novembro de 2009, pp. 19–20.
4. Ezra Taft Benson, “A Mighty Change of Heart”, Ensign, outubro de 1989, p. 5.
5. Heidi S. Swinton, To the Rescue: The Biography of Thomas S. Monson (2010), pp. 160–161.
^ Back to top