Google+ Badge

domingo, 16 de junho de 2013

Mas onde está o seu lar?


Muitos de nós devem lembrar-se de uma história que era contada quando éramos jovens, a respeito de um menininho que foi raptado da casa dos pais e levado para uma vila distante. Por causa disso, aquele menininho cresceu até tornar-se um rapaz, sem conhecer seus pais verdadeiros ou seu lar terreno.
Mas onde estava o seu lar? Onde poderia encontrar seu pai e sua mãe? Se ao menos conseguisse lembrar o nome deles, teria mais esperança nessa tarefa. Ele procurou desesperadamente lembrar-se ainda que fosse de um pequeno vislumbre de sua infância.
Como um lampejo de inspiração, ele lembrou-se do som de um sino que tocava no alto da torre da igreja da vila, todas as manhãs de domingo. O rapaz percorreu uma vila após outra, sempre procurando ouvir aquele sino conhecido. Alguns sinos eram semelhantes, outros muito diferentes do som que ele se lembrava.
Por fim, o cansado rapaz parou, certa manhã de domingo, diante da igreja de uma cidadezinha típica. Ele ouviu atentamente o sino começar a soar. O som lhe era familiar. Era diferente de todos os que tinha ouvido, com exceção do sino que tocava na lembrança que tinha da sua infância. Sim, era o mesmo sino. Seu som era verdadeiro. Seus olhos encheram-se de lágrimas. Seu coração ficou repleto de alegria. Sua alma transbordou de gratidão. O rapaz caiu de joelhos, ergueu os olhos para além da torre do sino, fitando o céu, e numa oração de gratidão sussurrou: "Graças a Deus. Estou em casa".
Espero que possamos nos lembrar de ouvir os  sussurros do Espírito de Deus e lembrarmos do amor do Salvador e de sua bondade e esperança que possamos encontrar o caminho de volta de nosso lar celestial.
Uma boa semana 
Postar um comentário