Google+ Badge

sábado, 21 de julho de 2012

O sábado Morbus Dominica





“Morbus Dominica”, ou a doença dominical, é um mal muito comum entre os membros da Igraja. Ele só se manifesta de súbito, no domingo. Não sentem sintomas até sábado à noite. O paciente dorme bem, acorda sentindo-se bem, toma um bom desjejum, mas, quando chega à hora de ir para a Igreja, o ataque se inicia e continua e continua até a hora em que as reuniões da manhã terminam. Então, o paciente sente-se melhor e almoça regaladamente. Durante à tarde, ele sente-se melhor ainda, e pode até andar, discutir política e ler jornal. Janta muito bem, mas, quando chega a hora de ir á Igreja, sofre outro ataque e fica em casa. Descansa bem, dorme tranqüilamente e acorda bem disposto na segunda-feira para ir trabalhar, e não sente nenhum sintoma da doença até o próximo domingo. Os fatores peculiares são os seguintes:
A doença sempre ataca os membros da Igreja. Os sintomas variam, mas nunca interferem com o apetite do doente. A moléstia nunca se manifesta a não ser no domingo. Este tipo de doença também não dura mais que 24 horas, ou até que termine o Dia do Senhor. Nunca é necessário chamar um médico, mas sempre acaba sendo fatal para a alma.

(Extraído do curso de Estudo do Seminário “Velho Testamento”- Manual do Professor)
Publicado na A Liahona de Janeiro de 1980, pág.46
Valdir Malagueta
Postar um comentário