Google+ Badge

domingo, 11 de janeiro de 2015

Ser Sábio e Ser Amigo

Robert D. Hales
Aprenda e adquira conhecimento e sabedoria em sua juventude. E eleve e fortaleça as pessoas a seu redor.
Se você quiser mesmo viver bem, deve seguir o conselho encontrado nas escrituras: “Aprende sabedoria em tua mocidade; sim, aprende em tua mocidade a guardar os mandamentos de Deus” (Alma 37:35). O processo de aprendizado pode ser resumido da seguinte forma:
Todos começamos com uma inteligência básica. Acrescentamos-lhe conhecimento pelo aprendizado que adquirimos na sala de aula e por meio da leitura. Acrescentamos a experiência de vida. E depois adquirimos o quarto passo: a sabedoria. É aí que o mundo para. Mas temos algo que o mundo não tem. No batismo e na confirmação, recebemos o dom do Espírito Santo. Dependendo de nossa fidelidade às leis, às ordenanças e aos convênios que fazemos no batismo, dos compromissos regulares e frequentes que fazemos na reunião sacramental e dos convênios do sacerdócio e do templo, sempre teremos o dom do Espírito Santo para ensinar-nos e orientar-nos. O Espírito nos impele a agir e a fazer. Todos temos dons e talentos espirituais (ver D&C 46).
A sabedoria aliada aos dons espirituais nos conduzem a uma compreensão no coração. “A sabedoria é a coisa principal; adquire pois a sabedoria, emprega tudo o que possuis na aquisição de entendimento” (Provérbios 4:7). É importante cultivar sabedoria e compreensão em sua juventude.
Uma experiência pessoal de minha própria juventude me ensinou uma coisa sobre a sabedoria. Eu era um menino da cidade, por isso meu pai me mandou trabalhar na fazenda de meu tio, no oeste de Utah. Enquanto estive lá, nunca entendi por que o gado, com milhares de hectares para escolher, colocava a cabeça para fora da cerca de arame farpado para comer o capim que ficava do outro lado da cerca. Já pensou em quantas vezes fazemos coisas parecidas? Sempre queremos ver quais são os limites que podemos atingir, principalmente na juventude. Como seres humanos — o homem natural — temos a tendência de chegar até o arame farpado e esticar a cabeça para o outro lado. Por que fazemos isso?
Podemos ter imensa alegria na vida sem passar dos limites. Lembre que “a sabedoria é a coisa principal” e que essa sabedoria “não [entra] pela vereda dos ímpios, nem [anda] no caminho dos maus. Evita-o; não passes por ele; desvia-te dele e passa de largo” (Provérbios 4:14–15). Não chegue perto. Não ponha a cabeça para o outro lado da cerca de arame farpado.

Você Tem Bons Amigos?

Você vai perceber que juntamente com esses ensinamentos sobre a sabedoria o livro de Provérbios também nos ensina a escolher bons amigos: “Não entres pela vereda dos ímpios, nem andes no caminho dos maus” (Provérbios 4:14). “Filho meu, não te ponhas a caminho com eles; desvia o teu pé das suas veredas; porque os seus pés correm para o mal” (Provérbios 1:15–16).
youth studying together
Ilustrações: Keith Larson
Como saber se você tem bons amigos? Vou lhe dar dois testes. Se você aplicar esses testes, jamais entrará pelo caminho errado nem se desviará do “caminho estreito e apertado que conduz à vida eterna” (2 Néfi 31:18).
  1. 1. 
    Na companhia deles é mais fácil viver os mandamentos. Um amigo verdadeiro fortalece você e o ajuda a viver os princípios do evangelho que vão permitir-lhe perseverar até o fim.
  2. 2. 
    Um amigo verdadeiro não vai fazê-lo escolher entre ele e seus caminhos e os caminhos do Senhor, desviando-o do caminho estreito e apertado. O adversário está solto no mundo e deseja muito a queda de todos nós. Se seus amigos o estão conduzindo para os caminhos da iniquidade, saia de perto deles agora mesmo. Escolha seus amigos com sabedoria.

Que Tipo de Amigo Você É?

Agora vou fazer uma pergunta mais difícil: que tipo de amigo é você?
Nossa preocupação na vida não deve ser apenas nossa própria salvação. Temos o encargo de elevar e fortalecer as pessoas a nosso redor. O Senhor quer que todos voltemos à presença Dele juntos.
Você é um farol, e nada é mais perigoso do que um farol apagado. Lembre quem você é: uma luz para o mundo, para seus amigos, para seus irmãos. É para você que eles vão olhar.
Lemos ainda em Provérbios 4:
“Mas a vereda dos justos é como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito.
O caminho dos ímpios é como a escuridão; nem sabem em que tropeçam” (versículos 18–19).
Eles nem sabem por que estão tropeçando. Não têm luz, não têm rumo.
Sabe como é depender de um farol quando não há luz nele? O resultado é a escuridão, e ficamos perdidos.
Quando um piloto fica sem eletricidade, não tem nenhum indicador a não ser as coisas que funcionam sem energia elétrica. Ele se sente totalmente desamparado quando está voando sozinho num caça a mais de 10.000 metros de altura, empurrado de um lado para o outro pelas nuvens e por outras coisas. Ele não sabe o rumo a seguir. Sei disso por experiência própria e fico feliz por estar aqui hoje. É algo que nunca vou esquecer. Você também talvez se encontre um dia numa situação parecida. Não há nada mais perigoso do que um farol apagado, principalmente quando você depende da luz.
Será que alguma pessoa depende de sua luz para guiá-la? Seja um bom exemplo. Seja uma luz para o mundo e guie as pessoas a seu redor para os caminhos da retidão. Elas dependem de que você seja um farol confiável. Esteja presente quando alguém precisar de você.
O Espírito é a luz orientadora que nos proporciona alegria e felicidade. Que nunca lhe seja negada a companhia do Espírito por causa de sua conduta. Oh, como oro para que jamais estejamos sozinhos e desolados neste mundo “escuro e triste” (1 Néfi 8:4).
Que as bênçãos do Senhor estejam com você ao se esforçar para aprender e adquirir conhecimento e sabedoria em sua juventude. Que você também adquira sabedoria e compreensão no coração sobre as verdades do evangelho por intermédio da obediência e também pela luz do Espírito, o Espírito Santo. Seja um bom amigo. Eleve e fortaleça as pessoas a seu redor. Torne este mundo melhor por causa de sua presença nele. Ajude seus amigos a permanecerem no caminho estreito e apertado, a perseverarem até o fim e a retornarem com honra.


Postar um comentário